segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

FELIZ 2013



FELIZ 2013!




Teremos muita sorte acaso a vida

Preencha-nos com a tal felicidade

Num riso acolhedor como guarida

Sarau da temporada à dignidade!



E a gente faça o instante ser partida

Distante do desejo da verdade

Que imerso num azul tão sem medida

Do céu a solidão inteira invade...



À força dos prazeres deste ano

Versado esperar aqui se faça

Em própria maravilha, soberano



Que assim a nossa parte vem de graça

Qual brilho do frescor de um mar praiano

Que poupa a realidade da ameaça.



Miguel Eduardo Gonçalves

Um comentário:

Valéria Cruz disse...

Querido Poeta!
passei para desejar-lhe um ano de 2013 repleto de realizações.
que esse ano possamos estar mais juntos em prol da poesia.
Bjão!
V.