domingo, 13 de outubro de 2013

Escolhi conforme o capricho




Escolhi conforme o capricho
Cada felicidade vestida de flor
Meus dedos as tocam enquanto escrevo
Este costurado em atapetado perfume...

Como eu, também a lua se aproveita disso
Essas que hão ser as pérolas que vestem seu pecoço
Ou quiçá a cama em que repousa profundamente
Sua beleza que porventura certa intimidade realça
Num leque que se abre em frêmito de beleza
Entre a escrita e o flerte que afagos sugerem

Um comentário:

Aparecida Linhares (Serahnil) disse...

Caro amigo Miguel meu poeta "muso", vindo de você eu fico mais segura porque é autêntico e sabe o que diz.
Ainda ontem li todos os que você postou no face, confesso que meus dedinhos coçaram para "dobrar" MENINA DOS OLHOS que me deixou extasiada diante da simplicidade e beleza.
Bjs