terça-feira, 14 de julho de 2009

TEZ





















Como se vê
Que há tanto insiste
Motivo em pérolas
De um só olhar
Também sabor do amor
Duas luas de arrasar
Jardim se espreguiçando ao sol
E chama de um breve aceno
É carícia que ilumina o dia

Miguel-

3 comentários:

marilandia disse...

TEZ// AFOGUEADA


Como se vê// Desafio a sorte
Que há tanto insiste// Lembrando que só existe
Motivo em pérolas// De porquês nacarados
De um só olhar// Único destino
Também sabor do amor// Tremulando silencioso
Duas luas de arrasar// Soltas como a vida
Jardim se espreguiçando ao sol// Perdendo o receio
E chama de um breve aceno// Luzeiro espraiado de emoção
É carícia que ilumina o dia// Metamorfoseando a noite

Beijo com carinho.
Marilândia

Retalhos de Amor disse...

"Jardim se espreguiçando ao sol"
Imagem que nos leva
A recantos tantos
Céus que nos habitam!!!

Dádiva... Cada leitura tua!!!

Beijos, meu Amigo
No coração!!!
Iza

Regina Lyra disse...

Saudades Miguel.
Um beijo e uma boa noite poética.
Regina


VESTIDA COM A MINHA NUDEZ - Regina Lyra

Se olhos firmes me pudessem falar...
O absurdo instalar-se-ia,
Minha nudez não seria vista.

Sem vestes,
Nem trapos,
Seria vencida.

Com a indumentária despida
Encontrei mãos para cobrir-me,
- Não era preciso.

A natureza refeita do espanto
Refletiu meu pranto n’água
Fez-se um manto,

Deste manto
Nunca me desfiz.
Criou raiz
Na minha cantiga.

IN: Antologia Talento Delas. São Paulo: Ed. Scortecci, 2007.