terça-feira, 25 de agosto de 2009

QUERO


















QUERO

Um mínimo verso
Que se baste em si
Jeito de querer demais
Um gole de ti

Quero o ar da sorte
Que haja em mim
Eclosão do amor no máximo
Linguagem una do carmim

E na rima das fábulas
A fração que afiança
Ser o HIT do momento
Uma voz que não descansa

Quero muito além do agora
No segredo dos sábios
A exclusiva tez que enflora
A noite dos teus lábios

Miguel-

2 comentários:

marilandia disse...

QUERO// AMOR INEXPLICÁVEL

Um mínimo verso//Em arabesco
Que se baste em si//Rabiscos d’alma
Jeito de querer demais// Presunçosamente
Um gole de ti// Para me embriagar

Quero o ar da sorte// Benfazeja
Que haja em mim// Bem no recôndito
Eclosão do amor no máximo//Paixão não nomeada
Linguagem una do carmim// Palavras acetinadas

E na rima das fábulas// Ou de verdadeiras estórias
A fração que afiança// O inteiro que se aliança
Ser o HIT do momento// Dessa vida passageira
Uma voz que não descansa// Nem disfarça

Quero muito além do agora// Mais que o inimaginável
No segredo dos sábios// Enigmas sagrados
A exclusiva tez que enflora// Que meu peito satisfaça
A noite dos teus lábios// Madrugada dos beijos teus

Milene Sarquissiano disse...

ADOREI!"jeito de querer mais/um gole de ti..." ótimo!!
Obrigada pelo carinho
bjuss