sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

A vida mostra aqui, não mostra lá... - Soneto



A vida mostra aqui, não mostra lá
O que diante dela se vislumbra.
Estrada é para todos como o ar
Carícia procurada que retumba...

Atores num tablado em tafetá
Tecido, exibem prova que deslumbra
Cinge as futilidades de um altar
E da crença, a tolice que os incumba.

Evidência glosada de um ser nulo
Egoísta e banal caricatura
De um veneno letal que o anula:

Uma linda mulher é seu casulo
Da explosão que ilumina como a cura...
Fingida, entretanto, só o adula!

Miguel Eduardo Gonçalves

2 comentários:

marilandia disse...

"Estrada é para todos como o ar
Carícia procurada que retumba..."

Magistral e sedutora inspiração!!!

"A VIDA MOSTRA AQUI, NÃO MOSTRA LÁ..."
SENSACIONAL!!!
Palpável realidade.
Beijo e carinho.
Marilândia

marilandia disse...

Não consegui ver os vídeos, pq estou com um outro micro (bem precário). O outro foi pra assistência técnica. Somente na próxima semana voltará.
Beijos.
Marilândia