terça-feira, 23 de junho de 2009

PROCLAMAÇÃO






















EM TI

Resido momentaneamente
Mil vezes
E um quê de proximidade
Medido em oceanos
Toca exausto que ferve

SEI-TE

Na pele o sentir
Lento e saboroso
Como se fossem
Dois mundos um só

E TE VEJO

Tempero
Sensível carícia
Caminho sem volta

ALMA ENSOLARADA

Invenções da vida
Que ao tempo seduz

FRENTE A FRENTE

Palco de uma flor

Miguel Eduardo Gonçalves

Um comentário:

marilandia disse...

PROCLAMAÇÃO// EM VERSOS


EM TI// BUSCO A VIDA

Resido momentaneamente//Na pureza de tu’alma
Mil vezes// Traduzes mistérios
E um quê de proximidade// Revelado, sonhado
Medido em oceanos// Abalando meu próprio ser
Toca exausto que ferve// Lavaredas de vulcão

SEI-TE// ESSÊNCIA DO PENSAMENTO

Na pele o sentir// Nobre, purificado
Lento e saboroso// Grácil, majestoso
Como se fossem// Voos andarilhos
Dois mundos um só// Destino

E TE VEJO// RECÔNDITOS PERFUMADOS

Tempero// Adocico
Sensível carícia//Afago inefável
Caminho sem volta// Estonteado, emudecido

ALMA ENSOLARADA// LESTO ENTARDECER

Invenções da vida// Refletida em canções
Que ao tempo seduz// Inebriante, ardorosa

FRENTE A FRENTE// BASTIDORES DA VIDA

Palco de uma flor// Graciosa, sonhadora

Carinhoso beijo.
Marilândia