quinta-feira, 3 de setembro de 2009

ILHABELA










ILHABELA

Mar entre jardins
A própria cena
Enfeita

Nas árvores-
Batuques ocos de bicos
Entoam tucanos

O vento-
Agita o céu
Enfuna velas

Nos morros-
O agreste da simplicidade
Opõe-se ao luxo das mansões

As sombras-
Azuis
Absolutamente nítidas

Paisagem de imaginação
Onde ao longe
Há um galo sempre a cantar

Onde o tempo
É poesia
Verdadeiramente
Feliz

Miguel

Um comentário:

marilandia disse...

Com perfeição descrevestes essa ilha paradisíaca, tão aconchegante e charmosa.
Sou apaixonada por ela,assim como por todo o litoral norte paulista. Deves conhecer bem melhor do que eu para retratá-la em versos falantes.
Beijo com carinho.
Marilândia