terça-feira, 5 de maio de 2009

ESCADA DE TROVAS (II)




















SUBINDO:

Clima quente do tesão
Um feitiço sedutor
Faz em ti passar a mão
Espalhar o tal calor

És vulcão em sintonia
Tua estação que me invade
Tem sabor, virou mania
A maior necessidade

Temperada de paixão
A forma copulativa
Da natureza é a razão
E mágica alternativa

Diria ser tua volúpia
Um capricho bem acima
Que causa vertigem à fúria
Minha sina, sorte minha

NO TOPO:

Diria ser tua volúpia
Temperada de paixão
És vulcão em sintonia
Clima quente do tesão



Miguel Eduardo Gonçalves

3 comentários:

marilandia disse...

Escada de trovas sensuais e magistrais.
Características acentuadas de poetas como vc.
Versos em profusão de amores e sentimentos harmônicos.Plena sintonia. Perfeita maestria.

Beijo carinhoso.
Marilândia

Retalhos de Amor disse...

Perfeito!!!
"És vulcão em sintonia"!!!

Aplaudindo, Amigo Miguel!!!
Bravos!!!

Beijos mais...
No coração!!!
Iza

Anônimo disse...

Brilhante escada de trovas............. Quente, sensual, e perfeita.

Parabéns, mais uma vez. Sua mente é um tesouro recheado de pepitas de ouro.

bjs
Déa