quinta-feira, 16 de abril de 2009

FASCÍNIO - Escada de Trovas (Tânia Voigt e Miguel)



FASCÍNIO

SUBINDO:

É ISSO QUE VENHO BUSCAR
Achar a cor nos porquês
Dizê-lo sem ser vulgar
Tão belo que em tudo vês (Miguel)

FAZER TROVA NO REPENTE
Pra tentar te seduzir
Beijar-te assim, docemente
No verso que vai sair (Tânia)

HEI DE SEMPRE MELHORAR
Sedar-me quiçá na imagem
Se a musa vem emanar
Proveito pouco é bobagem (Miguel)

ESCREVENDO INTENSAMENTE
Talvez, eu possa encontrar
Uma forma inteligente
De o meu sonho conquistar (Tânia)

NO TOPO:

ESCREVENDO INTENSAMENTE
HEI DE SEMPRE MELHORAR
FAZER TROVA NO REPENTE
É ISSO QUE VENHO BUSCAR

4 comentários:

Poemas e Cotidiano disse...

Que lindo! Simplesmente perfeito!
Um beijo nos dois
MARY

Tânia Regina Voigt disse...

rsrs Meu bondoso Deus!... Como não vou agradecer todo o dia a dádiva de momentos tão fantásticos como esse?! Mestre Miguel, eu não poderia ter tido idéia mais brilhante que essa de te convidar para ¨estudar¨ comigo. Cara, como isso foi bom! Olha, eu juro que faria tudo de novo... E vou te agradecer sempre por toda a tua paciência comigo e pelas lições que tanto me ajudaram. Te adoro, mestreeee! Beijo grande!

Tânia Regina Voigt

Retalhos de Amor disse...

Trovas casadinhas
Rimas perfeitas
Sublimados versos!

Parabéns procêis!!!

E beijos no coração!!!
Iza

marilandia disse...

Escada fascinante!!! E olha que fazer trova no repente, é coisa pra repentista... e dos bons.
Os versos do topo refletem o ápice da magia de exímios trovadores.

Beijo com muito carinho aos dois.
Marilândia