sábado, 25 de abril de 2009


VIAGEM
Em grande estilo aquela
Onde místico o perceber
Assim entendera verso
Por sutilmente artístico
Porque o poema olhava
Como quem sente o mundo
Apaixonado da inspiração
Até separar-se do corpo
E virar só tempo
Vindo donde viesse
Como o amor à primeira vista
Que restou na sombra do papel
Escrito despetalando na cinza
Tênue luz da palavra enluarada
Semente de uma vida, entanto
E para sempre

Miguel Eduardo Gonçalves

2 comentários:

marilandia disse...

"PORQUE O POEMA OLHAVA
COMO QUEM SENTE O MUNDO
APAIXONADO DA INSPIRAÇÃO"

"VIAGEM" apaixonante em todo o conteúdo.
Versos divinamente inspirados.

Beijo carinhoso.
Marilândia

Retalhos de Amor disse...

Nas asas dos versos teus
Viageira me fiz... E
Quão alto vôo!!!

Parabéns por mais este,
meu Amigo!!!

Beijos mais...
No coração!!!
Iza