quinta-feira, 23 de abril de 2009

INESPERADO//INUSITADO (Miguel e Marilândia)



INESPERADO//INUSITADO

Dispo-me//Ansioso
Dos sonhos//Adormecidos
Não dos hábitos//Ritualizados, contumazes
As pontas dos dedos sabem//E como!...
Onde a língua prova o salgado//Néctar dos deuses
Acho-me de cor e salteado// Tamanho o desejo
Que está naquele ponto// Sabor inebriante
O gosto só do pecado// Onde nos saciamos
Onde te encontro concentrada//Delirante, extasiada
E me perco desnorteado// Embevecido, estonteado

Miguel // Marilândia Marques Rollo

4 comentários:

marilandia disse...

Como fico feliz participando desse blog tão especial! Sinto-me extremamente honrada por duetar com vc, Miguel.
Seu poetar perfeito me transporta a uma inusitada inspiração.
Beijo com carinho.
Marilândia

Retalhos de Amor disse...

Colheita farta
Neste acontecimento
...... Em versos!!!

Belíssimo, Amigos!!!
Parabéns!!!

E meu beijo carinhoso no coração
de ambos!!!
Iza

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

Miguel e Marilândia, amados...

"inesperados - inusitados" são os sentires que tomam conta da emoção, quando os leio assim, belamente poetando em duo e grandemente "esvaindo" poesia maravilhosa. Bjs

Lourdes Braga Fracalossi disse...

Olá Miguel!
Que bom que encontrei este lugar gostoso e belo para passear...
Muito bonito mesmo!
Parabéns!
beijos